Sua Agência de Seguros é uma Associação Freeloader?

You can now listen to this article
Subscribe
Voiced by Amazon Polly

Tenho trabalhado com associações de seguros durante a maior parte da minha carreira.

No início da minha carreira, em meados dos anos 80, pediram-me que me juntasse ao Conselho de Administração do Grupo de Usuários da EBS para o sistema de gestão que a agência estava usando. Esta foi a minha primeira experiência com o benefício e o poder de unir um grupo de pessoas com um objetivo e mentalidade comuns. Esse conselho voluntário trabalhou diligentemente em nome de todas as outras agências que estavam usando o mesmo sistema de gerenciamento de agências para trabalhar com o fornecedor para fazer melhorias.

No final dos anos 90, escrevi um white paper para as agências de seguros sobre as questões técnicas e de cobertura que envolvem o problema do Y2K. Os Independent Insurance Agents of America distribuíram esse documento para todos os membros. Também me pediram para ser o primeiro representante do então recém-formado Agents Council for Technology (ACT) e tenho estado envolvido com a ACT de alguma forma desde então.

Nos últimos 20 anos, trabalhei com praticamente todas as associações de seguros estaduais, fornecendo programas educacionais através de workshops e palestras de convenções.

No ano passado, pediram-me para me juntar ao Conselho de Administração do Big I de Nova Iorque como membro importante. Um de seus objetivos estratégicos é ajudar os agentes com tecnologia, e meu conhecimento e experiência podem ser um benefício para o conselho.

Por que as associações de seguros importam

Nos últimos dois meses — como membro do Big I NY — experimentei em primeira mão o trabalho dos bastidores que uma associação de seguros estadual faz em nome de seus membros, que também beneficia todas as agências. Há muitos exemplos de horas gastas pelos membros do conselho voluntário e pelo pessoal da associação para proteger os interesses de agentes independentes e corretores, enquanto os reguladores lutam para descobrir como responder à pandemia.

É impressionante.

Eu também vi uma tendência nos últimos anos de um número crescente de novos proprietários de agências que — aparentemente orgulhosamente — se gabam de não serem membros de nenhuma associação estatal. Esses proprietários de agências questionam — às vezes apropriadamente — o valor que uma associação lhes fornece. Por que eles deveriam apoiar uma associação pagando cotas que são compostas por antigos membros legados que lutam contra a mudança e a transformação digital que estão liderando?

Acho que esses donos de agências são míope, na melhor das hipóteses.

Daí a minha pergunta — Sua agência é uma Associação Freeloader?

free·load·er | /frēlōdr/ definido como uma pessoa que aproveita a generosidade dos outros sem dar nada em troca.

Embora eu tenha uma visão privilegiada do que o Big I NY está fazendo em nome de suas agências membros, eu também sei que a maioria das outras associações estaduais estão fazendo trabalhos semelhantes.

Novas ordens e regulamentos de emergência podem prejudicar sua agência

Muitos governadores e departamentos de seguros estão emitindo regulamentos de emergência que podem prejudicar drasticamente sua agência a curto e longo prazo. Os funcionários da associação e os lobistas estão na linha de frente para entender esses regulamentos, conversar com os reguladores, questionar suas disposições e influenciar como essas ordens são emitidas e interpretadas. Eles estão se certificando — da melhor forma possível — de que as consequências não intencionais dos regulamentos não afetem negativamente a viabilidade da sua organização.

Se você não é um membro da sua associação de seguros estadual, então você é um freeloader. Você está confiando na previsão e disposição de outros proprietários de agências para financiar o trabalho que protege sua agência.

Vou reafirmar, muitos desses novos proprietários de agências têm dúvidas e preocupações legítimas sobre como as associações são geridas e o valor que trazem aos seus membros.

Associações estão mudando também

Outra tendência que estou vendo é uma mudança na mentalidade de gestão de associações estaduais. Estive em discussões com vários que entendem que as associações precisam se adaptar e mudar — assim como os membros de suas agências. Há uma mentalidade refrescante e um desejo ativo de fornecer novos serviços aos membros da agência. Especialmente em relação à ajuda, conhecimento e utilização da tecnologia.

A transformação digital é real para todas as partes da indústria, e um número crescente de associações estatais está respondendo à necessidade de estar na linha de frente para ajudar seus membros.

Se a sua agência já é membro da sua associação estatal — obrigado. Você está liderando e fornecendo os recursos necessários para proteger a vitalidade de sua organização e do setor.

Se não é membro de uma associação de seguros estadual, encorajo-o a reconsiderar a sua decisão.

Escolha a associação de seguros em seu estado que você acha que irá fornecer-lhe os melhores produtos, serviços, esforços de lobby e insights. E, se você não gosta do que vê, envolva-se e seja um facilitador para a mudança. Eu não conheço nenhum executivo da associação estadual que não queira ouvir de seus membros sobre o que eles precisam fazer para melhorar para o futuro.

Se você não sabe por onde começar, abaixo estão links para as associações nacionais de agentes de seguros onde você pode encontrar links para cada afiliado estadual.

Agentes de Seguros e Corretores Independentes (Big I)

Agentes de Seguros Profissionais (PIA)

Conselho de Agentes e Corretores de Seguros

Não seja um freeloader — junte-se à sua associação de seguros estaduais hoje — é mais importante do que nunca.

Steve Anderson provides information to insurance agents about how they can use technology to increase revenue and/or reduce expenses. He speaks professionally to hundreds of agents each year on the future of technology, the social web, and how insurance agencies can establish their Internet presence.

Please note: I reserve the right to delete comments that are offensive or off-topic.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

4 thoughts on “ Sua Agência de Seguros é uma Associação Freeloader?

  1. I have remained an ongoing active member of at least five industry related associations.

    Why? Simply put, without such associations our industry would have largely become socialized and fully run by governmental authorities with the subsequent elimination of many consumer guarantees and protections.

    Also, not every association serves the same interests, so it is prudent to recognize this and not expect one association to be all things to everyone.

    Moreover, our industry associations provide us with a platform upon which to become established, whereby we can increase our skills, understanding, and comprehension of the many facets of our industry in order that we may better earn the respect of our clients..

  2. Bravo and Thank you! The volunteer leaders and committee members of each association put many hours of time – that they could be spending in their agencies – towards evaluating legislation, education programming and ways to increase the value to members for their dues payment.

    The impact of these efforts on the final result of regulations and legislation saves many agents more than their dues payments. If you’re in the business of insurance – you need to join an association otherwise you may not be aware of changes that impact you directly.

    Tools to help manage thru disasters are available and can save you time and money.

    You may even find that the networking and events open more opportunities for you that can more than offset your dues.

  3. I’ll admit I am extremely biased here, because I moved from working for a major insurance company (loved it) to an association (REALLY love it).

    But working for an association has also given me far deeper insights into the much wider range of resources and advocacy that an association takes on for their agent members than I would have otherwise realized. Not just advocacy on Capitol Hill (which is massive, BTW), but across literally every facet of agency business – Including working with each and every state association to provide customized resources for their agent members.
    There’s just so much an association does for their members – My guess is that most members don’t realize nor take advantage of all the resources and services they have access to!

    I’ve received FAR more from working for the Big ‘I’ national association and ACT than I’ve ever given. I suspect this is true for almost all.

  4. Well said, Steve. Many times the lobbying efforts of the association is more important for the legislation that is NOT passed than issues we are trying to push. As Past President of TriCounty IIABNY I fully understand the need for volunteers and fresh blood in insurance associations. Like many agents that accept the call to serve, I took away much more than I gave to the Big I.